segunda-feira, 10 de março de 2014

Bispo eleito de Caicó conhece trabalho social da Diocese

Foto: Alexandre

 “O trabalho social não dá ibope, mas espero que a partir do papa Francisco possa ter mais valorização. Quero reforçar isso na diocese e para outros desafios que a gente possa ousar mais”,Padre Antonio


O futuro bispo de Caicó, Padre Antonio Carlos Cruz Santos, esteve reunido nesta segunda-feira (10), no Centro Pastoral Dom Wagner, para conhecer os trabalhos de ação social desenvolvidos pelas pastorais e organismos sociais da diocese. 

Ao lado do administrador diocesano, Padre Ivanoff da Costa Pereira, ele conheceu os membros do SEAPAC, Cáritas Diocesana e Pastorais da Criança, Pessoa Idosa e Carcerária. Durante a visita, os representantes de cada instituições apresentaram seus projetos,  as atividades e o trabalho realizado com os grupos acompanhados.

O técnico do SEAPAC, José Procópio de Lucena, destacou a atuação no processo de convivência com o semiárido, com a construção de cisternas além do acompanhamento do impacto social na obra da barragem de Oiticica, na poluição dos mananciais e a desertificação da região, da bacia hidrográfica do rio piancó-piranhas-açu, como preocupações e ações que a igreja do Seridó vem acompanhando.

  
Padre Antonio Carlos Cruz Santos disse que estava feliz ao saber que a dimensão social não foi esquecida na diocese de Caicó. Segundo ele, diferentemente de uma ONG, as organizações sociais, são movidas pela fé e necessariamente pelo amor. “Caridade não dá visibilidade, mas temos que chegar aos menos assistidos. Fundamentalmente a evangelização precisa servir aos irmãos e meu posicionamento vai depender muito de vocês”, ressaltou o futuro pastor do Seridó aos técnicos e voluntários.




Nenhum comentário:

Postar um comentário