segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Tapiocaria Serrana: Cultura e Resistência no Semiárido Potiguar




Na comunidade Baixa Verde, município de Cerro Corá, no Rio Grande do Norte moram Francinaldo Avelino Barbosa, sua esposa Josefa Sandra e seus dois filhos, onde produzem Tapioca,  recheada com diversos sabores: manteiga, leite de coco, presunto, carne de sol, galinha caipira e leite condensado,e com isso tiram o sustento de sua família.

Francinaldo também é beneficiário de uma Cisterna- Calçadão, conquistada a partir do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), implementada pelo SEAPAC e com patrocínio da Petrobrás. A cisterna possibilita a família armazenar água e, com isso, cultivar acerola, mamão, goiaba, pinha, maracujá, além de plantar hortaliças, o que ajuda na alimentação e na melhoria da qualidade de vida.

Para conhecer um pouco mais da história de Galego da Tapioca, como é chamado pelos mais próximos,  clique Aqui .

Nenhum comentário:

Postar um comentário